Caiado prepara a privatização dos setores de saneamento e transmissão

Caiado prepara a privatização dos setores de saneamento e transmissão

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disse nesta 3ª feira (25.jun.2019) que quer a realizar a venda para a iniciativa privada das empresas responsáveis pelo saneamento e pela geração e transmissão do Estado. Uma delas, a Saneago (Saneamento de Goiás), ainda será reestruturada antes da entrada na bolsa de valores.

“Estamos fazendo as mudanças necessárias. Ela não pode ser exposta a uma venda sem ter as condições mínimas, como os contratos com as prefeituras. Ela não pode ser colocada como uma empresa no sentido de ser ali fim de feira, não é isso”, disse o governador.

Caiado participou de uma audiência pública no STF (Supremo Tribunal Federal) junto com o ministro da Corte Luiz Fux. Além deles, o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto de Almeida, também esteve presente no encontro.

Para o governador, essas mudanças são importantes para a valorização da Saneago. Segundo Caiado, só depois o Estado lançaria o IPO (em inglês, Oferta Pública Inicial). O temor do demista é que sem uma reestruturação, a empresa fosse vendida por 1 valor muito baixo.

“Inicialmente, para ela [Saneago] poder se viabilizar, o pensamento é de colocá-la na bolsa no sentido de venda de ações, fazer 1 IPO”, afirmou Caiado.

O governador disse que a justificativa para a venda da estatal seriam casos recentes de corrupção. Além disso, Caiado disse que a empresa gera 1 custo elevado para o Estado.

Apesar da justificativa, o demista disse que a privatização da Saneago deve ficar para o ano que vem uma vez que outra estatal, a Celg GT –responsável pela geração e transmissão de energia em Goiás–, está em fase final de venda.

“Eu acho que a Celg GT está em condições de poder ser trabalhada ainda até o final deste ano, ela já teria condições de ser colocada no mercado”, afirmou.

Fonte: Poder 360º